terça-feira, 11 de junho de 2024

Cultura: 120 jovens potiguares receberão formação musical com apoio do Instituto Neoenergia

Cento e vinte jovens de Caicó, Jucurutu, Luís Gomes, Pau dos Ferros e Portalegre receberão formação musical e oportunidade de desenvolvimento artístico e profissional com o lançamento, na próxima quinta-feira (13), do Festival Sinfônico, um dos 17 projetos socioculturais apoiados pelo Programa de Editais Transformando Energia em Cultura do Instituto Neoenergia e Neoenergia Cosern, que acontece por meio da Lei de Incentivo à Cultura Câmara Cascudo. A cerimônia de lançamento, para convidados, será realizada no Papódromo (Centro Administrativo do Governo de Estado), em Natal, a partir das 8h.

Em cada uma das cinco cidades, a formação terá duração de uma semana e inclui concertos, recitais, aulas coletivas e individuais e masterclasses conduzidas por maestros convidados, supervisionados pelo maestro Linus Lerner. Ao final do projeto, serão concedidas seis bolsas de estudo para os alunos com maior destaque, incluindo a participação no Festival de Campos do Jordão (SP) e no Festival Internacional de Música de Novo Hamburgo (RS), em 2025.

“Ficamos felizes em apoiar iniciativas alinhadas com nossa atuação, sejam elas voltadas para a promoção da criatividade, inovação e a geração de trabalho e renda nos campos da cultura. Acreditamos que os projetos socioculturais desenvolvidos são impulsionadores para o desenvolvimento local e sustentável, contribuindo para a transformação de pessoas e da nossa sociedade”, afirma Renata Chagas, diretora do Instituto Neoenergia.

Em reconhecimento à importância dos festivais sinfônicos na formação de musicistas, o Festival Sinfônico inclui um curso de regência para os maestros participantes, ministrado pelo renomado maestro Linus Lerner. Para os jovens instrumentistas, serão oferecidas 200 horas-aulas de formação técnica e profissional com o objetivo de elevar os níveis de habilidade de iniciantes para intermediários, preparando-os para o mercado de trabalho na música de concerto.

"O interior do Rio Grande do Norte é uma excelente janela de oportunidade para projetos de educação musical pela diversidade de talentos. Realizar o Festival Sinfônico é uma forma de democratizar o acesso à cultura e oferecer aos jovens uma formação cidadã de qualidade", afirma Tatiane Fernandes, produtora cultural responsável pelo projeto.

Mais informações podem ser obtidas no Instagram @festivalsinfonico.rn