segunda-feira, 26 de junho de 2017

Tulio Lemos assina termo de cessão para reabrir a Maternidade José Varela nesta segunda-feira

Poucas horas nos separa da incerteza envolta do futuro da Maternidade José Varela em Macau. Depois de abrir diálogo com a Associação de Proteção à Maternidade e a Infância-APAMI há cerca de um mês, o prefeito Tulio Lemos assina nesta segunda-feira, 26, às 16 horas, o termo de cessão do prédio para a prefeitura acomodar a estrutura de obstetrícia do município, que hoje funciona no Hospital Antônio Ferraz.

O desfecho para a situação da maternidade saiu de uma reunião, intermediada pela jornalista Regina Barros, que aconteceu em maio passado, onde sentaram na mesma mesa ex-diretores da APAMI e o prefeito Tulio Lemos. A reunião que aconteceu na sede da Prefeitura de Macau e contou com as presenças do médico José Antônio e da sua esposa Terezinha Menezes.

“O médico José Antonio Menezes e o prefeito Túlio Lemos, que em 2016 disputaram uma acirrada campanha eleitoral, agora se encontram, de espíritos desarmados em defesa dos interesses maiores do município. Que esse gesto de grandeza de ambos sirva de exemplo para a pacificação de uma cidade que precisa urgentemente unir as suas potencialidades e se fortalecer para enfrentar os desafios deste tempo e encontrar um caminho sólido para a construção do seu futuro”, observou a jornalista Regina Barros. 

“Buscamos juntos a solução que achamos ser possível colocar em prática para salvar a maternidade, acreditando que os interesses de Macau devem estar sempre a frente de qualquer divergência ideológica”, disse o prefeito Tulio Lemos, lembrando que a reabertura da maternidade foi um dos seus compromissos de campanha.   

Tulio Lemos elogiou a iniciativa da jornalista Regina Barros em costurar o entendimento entre a Prefeitura e a APAMI e também destacou o desprendimento do médico José Antônio Menezes, seu principal adversário na última campanha política em procurá-lo em nome de uma causa nobre de toda a cidade. 

“Felizmente, a partir do entendimento entre a direção da APAMI e o prefeito Túlio Lemos, a maternidade vai reabrir as suas portas. A assinatura do termo de cessão da Maternidade José Varela, celebrado neste dia 26 de junho de 2017 entre a APAMI e o governo municipal, se reveste de um forte e inegável simbolismo na história contemporânea da Terra do Sal”, concluiu a jornalista Regina Barros.
Cessão da maternidade para o município foi discutida há um mês atrás

domingo, 25 de junho de 2017

O CAOS FOI SUPERADO

Hoje, quem vai às escolas públicas em Macau no início de cada turno encontra a Guarda Municipal agindo; quem vai aos órgãos da Secretaria de Assistência Social encontra todos em pleno funcionamento; quem vai a qualquer uma das creches, encontra todas em plena atividade, professoras com salário em dia e alimentação para os pimpolhos; quem vai a qualquer uma das 23 escolas municipais, constata a presença de professores e a merenda escolar sendo servida aos estudantes: quem trafega com alunos para outras cidades, constata a mudança na qualidade do transporte; quem vai a uma das Unidades Básicas de Saúde percebe a mudança no tratamento, no atendimento e constata a permanência de profissionais com o pronto atendimento, inclusive no fornecimento de medicamento.

Problemas, desencontros e a necessidade de ajustes sempre vão acontecer na administração pública, seja ela gerida por quem quer que seja, principalmente quando a engrenagem da máquina está sendo azeitada para funcionar a pleno vapor.

Assim é a administração do prefeito Túlio Lemos, depois de ter recebido de seu antecessor – mesmo sem a transição devida – o  município cheios de problemas, com débitos incalculáveis, a arrecadação em declínio e tudo que é emergencial sem os devidos cuidados para serem tocados.

Mesmo assim, com a arrecadação em queda desde o mês de janeiro, Tulio conseguiu até então pagar os salários dos servidores efetivos, comissionados e aposentados rigorosamente em dia, além do parcelamento de salários atrasados com professores, pessoal da saúde, vigias, motoristas, ASGs e demais categorias.

A intensificação dos serviços na área de saúde impactou, sim, as finanças combalidas do município. Mas para o prefeito Tulio Lemos “é preciso fazer uma reengenharia financeira para atendermos bem a população na área de saúde”.

E é por isso, talvez, que alguns poucos insatisfeitos por outras razões estejam postando nas redes sociais a existência de um “CAOS NO CEM”. Realmente, deve estar acontecendo um verdadeiro CAOS no Centro de Especialidades Médicas. E certamente está. É que quando o prefeito Tulio assumiu o governo apenas 04 (quatro) especialidades eram atendidas no CEM. 

Hoje, pasmem, são 14 (quatorze) especialidades, cujos atendimentos acontecem no mesmo espaço, onde centenas de pessoas circulam em busca do atendimento em cardiologia, oftalmologia, urologia, pediatria, ginecologia, proctologia, gastroenterologia, psiquiatria, fonoaudiologia, dermatologia, reumatologia, ortopedia, otorrinolaringologia, além de exames específicos como Ecocardiograma, Endoscopia digestiva e Mutirão de Glaucoma, com direito aos exames e entrega de colírio. É esse, talvez o CAOS anunciado. Excesso de pessoal circulando num espaço tão reduzido. 

Quem não lembra que o ano letivo passado foi estendido até 2017 porque faltou merenda escolar e professores e alunos se uniram no protesto contra a continuação do CAOS ? Mas, alguém noticiou isso? Ah, também esqueceram rápido que em 1º de janeiro de 2107 a Prefeitura de Macau devia quatro folhas de pessoal, sendo duas de aposentados/pensionistas e outras duas de efetivos. Tulio já pagou quase dois milhões dessa dívida herdada em apenas cinco meses.  Esse CAOS já era.

Hoje, se em 1 das 23 escolas falta merenda por conta de gestão, vira um CAOS. Se, por acaso, um médico falta ao atendimento, os “paladinos da verdade” transformam aquela ausência num CAOS. Entretanto, os quase 3.500 alunos da rede escolar municipal recebem diariamente sua merenda que deverá, em breve, estar enxertada por produtos produzidos aqui em Macau, enquanto que o somatório de atendimentos no CEM passou para 250 pessoas/dia, que representa cerca de mais de 5 mil pacientes/mês.

Falhas na administração pública existem e sempre vão existir, mas a população sabe fazer a avaliação e constatar que hoje Macau vive outra realidade, onde até o respeito pelo nome de Macau foi reconquistado graças ao trabalho eficaz desenvolvido pelo prefeito Tulio Lemos.

E é assim que ele pretende continuar, fazendo tudo aquilo que prometeu na campanha eleitoral, contando com a fiscalização eficiente dos Vereadores e de todos os cidadãos e cidadãs que desejam as transformações que Macau precisa.

CAOS em Macau, nunca mais.
                                     

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Macau: Alunos qualificam como mentirosa matéria em blog sobre ônibus escolar que teria ficado sem combustível as margens de rodovia

A notícia postada no início da noite desta quinta-feira, 22, no Blog E Francisco Gomes pegou de surpresa os alunos que usam o transporte escolar da Prefeitura de Macau para se deslocarem até a cidade de Assu. A aluna Luciene Santos, estudante do curso técnico de enfermagem no ITEC, se diz revoltada com o que considera “uma grande mentira”.

“Ninguém ficou no prego em estrada por falta de combustível. O ônibus não foi abastecido no primeiro momento, devido a um problema de comunicação entre o posto de gasolina e a Secretaria de Educação, mas a situação foi resolvida e chegamos ao nosso destino sem prejuízo algum”, disse a aluna.

Para Luciene, o comentário postado no WhatsApp e publicado no Blog, não partiu de nenhum dos treze alunos que estavam no ônibus no momento. “É um tipo de notícia que causa revolta na gente e provoca uma certa instabilidade administrativa, podendo levar outros estudantes a temer passar por esse constrangimento que não existiu”, disse. 

A faculdade de Jornalismo que o colega blogueiro frequentou certamente não lhe ensinou nada sobre ética, fontes oficiais, oficiosas, independentes...

E por aí vão as "barrigadas sensacionalistas" da imprensa "livre e independente" que cobre a cena política de Macau... 
Geração Pinóquio: a mentira só prevalece até a verdade chegar

Tem arraiá dos bons nesta sexta-feira em Guamaré

A cidade de Guamaré já entrou no embalo do circuito junino, festejando uma das mais populares tradições do povo nordestino: o São João. Para esta sexta-feira, 23, a Secretaria Municipal de Turismo prepara o Arraiá de Guamaré, a partir das 19 horas, na orla de Aratuá.   

Segundo a Secretária Municipal de Turismo, Mauricéia Cavalcante, a programação começa com as apresentações de quatro quadrilhas juninas do município. “Teremos shows das bandas Swing de Galpão e Som de Barões”, adiantou a secretária, prometendo muita animação.

Estrutura
Uma decoração temática já está sendo montada para receber o grande arraiá na orla da cidade. A festa terá barracas com comidas típicas da época junina, palco, a tradicional barraca do beijo e pula-pula para a criançada se divertir.
Praia de Aratuá recebeu ornamentação temática para o grande arraiá desta sexta-feira

Adivinhem: oposição ou ódio?

Um bom sinal de democracia são as divergências políticas normais do cotidiano de uma sociedade. Não sou da geração que testemunhou a censura, a leia da mordaça, a perseguição a jornalistas, a prisão e até o exílio, mas não precisei viver essa época negra da história do Brasil para aprender, desde então, que somente nas ditaduras vigora o pensamento único. 

Em Macau, tudo parece ser diferente do resto do mundo, quando o assunto é política. Da parte do prefeito Tulio Lemos, não percebo pretensão alguma em estar livre de críticas. Nem podia, Tulio deu exemplos de que a crítica também constrói, durante toda a sua militância em mais de 20 anos no jornalismo.

Foi criticando, que Tulio jornalista ganhou o respeito de políticos, que dele recebiam os louros, mas também a crítica severa, sempre pautada por fatos e pela verdade. O clima de debates, na Macau de hoje, devia ser motivo de contentamento, mas, muito pelo contrário, envergonha os cidadãos de bem.

Opositores tentam confundir a sadia opinião, qualquer que seja, com o nefasto ódio, mas quem consume tal conteúdo, identifica fácil o que está na verdade por trás e sabe separar o joio do trigo, porque os pseudos comunicadores já não conseguem mais esconder o ódio que toma conta dos comentários em programas de rádio, blogues e nas postagens das redes sociais. 

São críticas, muitas vezes acompanhadas de factóides, que partem de pessoas que foram tomadas pelo ódio que explode com virulência. Chamo atenção para as redes sociais e grupos de WhatsApp, onde a palavra  discordância é substituída pelas ofensas pessoais: “Quem pensa diferente é babão”.

Recorremos a bíblia e ao sublime episódio de Madalena, uma pecadora pública que estava para ser apedrejada. A boa interpretação do episódio não se limita a entender que só cabe o gesto de Jesus à face do pecado de adultério. 

A mensagem é bem mais ampla. Madalena representa a imperfeição humana: somos de barro, tudo o mais é hipocrisia. Todos os que pretendem hoje o apedrejamento são puros, são vestais? Não há crimes e pecados escondidos? 

Nas ruas, mesmo entre os que se opõem ao governo Tulio Lemos e apontam seus erros, ouço vozes mais sensatas e prudentes que não torcem pelo pior. Essas vozes de opositores equilibrados merecem a admiração e o meu respeito.

Refreiem a língua do mal, tá feio e já passou dos limites.


Festas juninas: Cosern reúne colaboradores para reforçar cuidados de segurança com a rede elétrica

A diretoria da Cosern reuniu todos os colaboradores da distribuidora no Edifício-Sede, em Natal, e por meio de videoconferência nos escritórios do interior na manhã desta quinta-feira (22) para reforçar o trabalho de prevenção de acidentes com a rede elétrica, intensificado nesse período de festas juninas em todas as cidades do Rio Grande do Norte. 

O objetivo do encontro foi discutir a importância do tema e difundir os alertas entre a população. No site da Cosern (www.cosern.com.br) é possível baixar o PDF de uma cartilha de dicas de segurança com a rede elétrica.
Videoconferência nos escritórios do interior disseminou o tema junto aos colabores do estado

Prefeito e vice-prefeito prestigiam missa pelo aniversário do pároco João Batista

Centenas de fiéis lotaram a capela de São Pedro, na missa em ação de graças pelo aniversário do administrador paroquial de Macau, padre João Batista Filho, no início da noite desta quarta-feira, 21. O evento religioso foi prestigiado pelo prefeito Tulio Lemos e o vice-prefeito Rodrigo Aladim.

“Padre João Batista conquistou o apreço e o respeito dos macauenses não somente pela sua obra à frente da igreja e do CEIMH, mas também pelo seu compromisso com os problemas que atingem a cidade e a população”, declarou o prefeito Tulio Lemos.
  Padre João Batista celebrou missa com forte presença da comunidade católica   
Prefeito Tulio Lemos recebeu o abraço da comunidade, logo após a celebração
Vice-prefeito Aladim acompanhou o prefeito e recebeu também cumprimentos da população

Guamaré: Prefeitura patrocina quatro atletas do taekwondo em competição no Paraná

Em busca do sonho de participar de uma olimpíada, quatro jovens do Taekwondo de Guamaré, inscritos no projeto “Formando Campeões”, da Secretaria de Esportes, embarcam nesta quinta-feira, 22, para a cidade de Londrina, no Paraná. O quarteto campeão vai competir pela seleção Norte-Rio-Grandense em três, das quatro categorias no Campeonato Brasileiro Menores de Taekwondo. 

Os jovens atletas foram classificados durante a seletiva estadual no mês de maio passado e estarão enfrentando rivais de várias regiões do país nas categorias: Cadetes com a atleta Rannycleide Guardiano, Juvenil com as atletas Ana Beatriz e Isabelle Costa e no Sub21 com Anderson Melo. 

O evento nacional será realizado entre essa sexta-feira, 23 e o domingo, 25. A classificação dos atletas vale 20 pontos no ranking nacional e a competição também classifica automaticamente para o Bolsa Atleta 2018, como também para o Grand Slan 2018, evento responsável pela formação da Seleção Brasileira de Taekwondo para 2018.
Atletas recebem total apoio da prefeitura para participar de competições fora da cidade

Macau: últimos dias para o recadastramento de servidores da prefeitura

Iniciado no final de maio, o recadastramento dos servidores ativos e inativos da Prefeitura de Macau chega ao fim na próxima terça-feira, 27. Nesta sexta-feira, 23, a equipe continua atendendo os funcionários lotados na Secretaria de Educação.

Nos últimos dois dias do censo, na segunda-feira e terça-feira, 26 e 27, os trabalhos serão concluídos na Secretaria de Infraestrutura, ao lado da sede da prefeitura. “Será a última chance para o servidor se apresentar e evitar problemas como a suspensão de salários”, alertou Fagner Teodósio, Secretário de Administração e Finanças.

O recadastramento é presencial e os servidores que não comparecerem vão ter os vencimentos suspensos, até regularizar sua situação. O censo é obrigatório também para os funcionários cedidos a outros órgãos, no caso dos inativos e pensionistas, o recadastramento acontece na sede da MacauPrev. 
Terça-feira, 27, é o último dia do prazo para conclusão do censo dos servidores municipais

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Tulio Lemos: "Wilma trouxe o sentimento de que a vitória estava mais próxima com a força do povo"

Nota de Pesar

É com profunda tristeza, que nesse momento de perda irreparável, o prefeito de Macau Tulio Lemos se associa aos familiares, amigos e admiradores da vereadora de Natal e ex-governadora Wilma de Faria, falecida neste 15 de junho.

Na condição de jornalista, o prefeito Tulio Lemos testemunhou por mais de 20 anos todas as batalhas travadas na política pela ex-governadora, que teve em vida a marca de uma mulher forte e destemida, sempre disposta a enfrentar com a cabeça erguida os embates da vida.   

Com a morte de Wilma de Faria, a cidade de Macau e o Rio Grande do Norte ficam órfãos de uma mulher que conseguiu como poucos políticos, trabalhar pelo nosso povo. Os dois governos de Wilma deixaram um importante legado para a Terra das Salinas com o saneamento básico, a Central do Cidadão, o Restaurante Popular, reforma em escolas, ampliação do programa do leite, Casa da Cultura, Farmácia de Todos e a tão sonhada ponte Nossa Senhora dos Navegantes.

A Guerreira, como carinhosamente passou a ser chamada também pelo povo macauense deu uma das maiores alegrias na campanha eleitoral de Tulio-prefeito, trazendo o sentimento de que a vitória estava mais próxima com a força do povo. Macau foi a única cidade do interior que ela visitou em campanha em 2016, contrariando até recomendações médicas, por esse gesto, o prefeito externa eterna gratidão.

Dona Wilma vai fazer muita falta não somente na cena política potiguar, ela deixa também uma grande lacuna na política de Macau, já habituada a conviver com a sua presença, cada vez mais forte e marcante nos últimos 15 anos.

Que Deus a receba em sua eterna misericórdia e conforte os familiares e amigos.

Tulio Bezerra Lemos-Prefeito de Macau
Tulio e Wilma: Parceria e confiança na Mudança de Verdade para Macau